Posts Em Destaque

Subsede Itatiba

Cidade, que antigamente chamava-se Vila do Bethlem de Jundiahy, foram o Padre Francisco de Paula Lima e o Maestro Elias Álvares Lobo (figura importantíssima da música erudita brasileira, autor da primeira ópera brasileira cantada em língua portuguesa: “A Noite de São João”, com letra de José de Alencar) que, na época, morava em nossa cidade. Pelas informações que chegaram a São Paulo, os moradores queriam um nome indígena que traduzisse em português o termo “Pedra Branca”. No entanto, o nome sugerido pelo vereador Antonio Augusto de Castro foi o de Itatiba, que não significa pedra branca e sim “Muita Pedra” . A discusSão foi travada na Assembléia Provincial e alguns deputados chegaram a dizer que teria havido um erro de tradução: se a cidade desejava chamar-se Pedra Branca, o correto seria adotar-se o nome de Itatinga e não Itatiba. Porém, o ofício da Câmara Municipal de nossa cidade dizia Itatiba – devido talvez a algum lapso como disseram os deputados – e com este novo nome a cidade foi oficializada pela Lei Nº 36 de 08 de maio de 1877.


Posts Recentes